Este projeto é fruto das pesquisas e experimentações em Cinema-Educação desenvolvidas no Laboratório Kumã, do Departamento de Cinema e Vídeo da Universidade Federal Fluminense. O Kumã vem trabalhando com alguns autores e conceitos há muitos anos, mas também tem uma produção própria de material teórico sistematizado, além de ter mobilizado o desenvolvimento de pesquisas em outras universidades. Abaixo, algumas de nossas referências ou produções que foram ou são importantes para o trabalho do Cinema, Sujeitos e Territórios.

 

 Alguns dos materiais produzidos a partir de atividades do Kumã: 

MIGLIORIN, Cezar. Inevitavelmente Cinema: educação, política e mafuá. 1. ed. Rio de Janeiro: Beco do Azougue, 2015.

______ et al. Cadernos do Inventar: cinema, educação e direitos humanos. Niterói (RJ): EDG, 2016.

______; PIPANO, Isaac. Cinema de Brincar. Belo Horizonte, MG: Relicário, 2019.

______; PIPANO, Isaac. Imagens-que-estão-aí: a montagem e o espectador em uma pesquisa com educação (2017). Revista Científica/FAP, [S.l.], jun. 2018. ISSN 1980-5071.

REIS, A. L. M.; FONSECA, K. F. . Cinema, Sujeitos e Territórios: Relatos enviados aos participantes dos encontros do primeiro semestre de 2019. 

CINEMA de Encontro. Filme com direção de Ana Luísa Mariquito e Keven Fongaro. Niterói, Laboratório Kumã de Experimentação em Imagem e Som, 2019. 20 min. 

Site do Inventar com a Diferença.

Textos para pensar o trabalho em grupo: 

BARROS, R. D. B. Clínica Grupal. Revista de Psicologia da UFF, Niterói – RJ, v. 7, n.1, p. 5-11, 1995.

_____. Grupo: a afirmação de um simulacro. Porto Alegre: Sulina / Editora da UFRGS, 2007.

HUBERT, Godard. Olhar Cego: entrevista com Hubert Godard, por Suely Rolnik. In: HUBERT, Godard. Lygia Clark: da obra ao acontecimento. São Paulo: Pinacoteca do Estado, 2006. p. 73-79.

LANCETTI, Antônio. Clínica grupal com psicóticos: a grupalidade que os especialistas não entendem. In: ______ (org.). SaúdeLoucura, n° 04. São Paulo: Hucitec, 1993.

Textos para pensar sobre o papel do professor: 

RANCIÈRE, Jacques. O Mestre Ignorante. Belo Horizonte: Autêntica, 2002.

COUTINHO, Eduardo. O cinema documentário e a escuta sensível da alteridade. Projeto História : Revista do Programa de Estudos Pós-Graduados de História, [S.l.], v. 15, set. 2012.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

______. Pedagogia do Oprimido. 17ª. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987.

 Textos interdisciplinares para ajudar a situar processos pedagógicos:  

AGAMBEN, Giorgio. O que é um dispositivo?. outra travessia, Florianópolis, n. 5, p. 9-16, jan. 2005. ISSN 2176-8552.

BARROSO, Elianne Ivo; MIGLIORIN, Cezar. Pedagogias do cinema: montagem. Significação: Revista De Cultura Audiovisual, 43(46), 2016, pp. 15-28.

COMOLLI, Jean-Louis. Sob o risco do real. In: Ver e poder: a inocência perdida – cinema,televisão, ficção, documentário. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2008. pp. 169-179. 

DELEUZE, G. . O abecedário de Gilles Deleuze. (Descrição de entrevista realizada por Claire Parnet, com direção de Pierre-Andre Boutang). 1989. 

______. ¿Que és un dispositivo?. In: Michel Foucault, filósofo. Barcelona: Gedisa, 1990, pp. 155-161. Tradução de Wanderson Flor do Nasciemento.

RANCIÈRE, Jacques. Da Política à Estética?. trad. Luiz Baez e Daniel Lampert. Revista Alceu, [S.l.], v. 20, n. 38, p. 5-16, junho 2019.

SILVA, Priscila da. Dispositivo: um conceito, uma estratégia. Profanações, 1(2), 2014. pp. 144-158.

 

Textos que trazem tradições que buscamos ultrapassar sem negar: 

ALMEIDA, Rogério de. Cinema e Educação: Fundamentos e perspectivas. Educ. rev. [online]. 2017, vol.33, e153836.

BAZIN, André. O cinema e a exploração. IN: ______ O Cinema: Ensaios. Tradução de Eloísa de Araújo Ribeiro. São Paulo: Editora Brasiliense, 1991.

BERGALA, Alain. A hipótese-cinema. Tradução de Mônica Costa Netto e Silvia Pimenta. Rio de Janeiro: Booklink; CINEAD-LISE-UFRJ, 2008.

FIORAVANTE, Karina Eugenia; FERREIRA, Lohanne Fernanda Gonçalves. Ensino de Geografia e Cinema: perspectivas teóricas, metodológicas e temáticas. Revista Brasileira de Educação em Geografia. v. 6, n. 12, p. 209-233, 2016. 

FRESQUET, Adriana. Cinema e educação: reflexões e experiências com professores e estudantes da educação básica, dentro e “fora” da escola. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2013.

GRUZMAN, Eduardo; LEANDRO, Anita. Pedagogia de Humberto Mauro: a natureza em Azulão e O João de Barro. São Paulo: Comunicação e Educação, v. X, n. 3, 2005 pp. 269-277. 

LEANDRO, Anita. Da imagem pedagógica à pedagogia da imagem. Comunicação e Educação, v.21, p.29-36, São Paulo: ECA/USP, 2001.